11 Dicas e Boas Práticas para o Business Model Canvas (você não pode ignorar a #5)

Posted on Posted in Modelo Canvas

Olá,

Tudo bem?

Como quase todas as metodologias e práticas ágeis do mundo das startups, o Canvas de Modelo de Negócios é fácil e simples de entender e usar, desde que você siga estas 11 dicas e boas práticas para o Business Model Canvas.

Essa simplicidade pode até afastar um pouco pessoas do mundo corporativo acostumadas a metodologia mais rigorosas e menos flexíveis, porque elas podem ter dificuldade para enxergar o real valor das ferramentas ágeis.

É que nem sempre se enfatiza que os métodos ágeis requerem disciplina e, obviamente, método para funcionarem bem.

Parece que é só pra sair fazendo e pronto!

Só que isto está longe de ser a melhor recomendação.

Por isso, vamos ver neste artigo excelentes dicas e boas práticas para o Canvas de Modelo de Negócios gerar resultados eficazes para você.

Elas foram baseadas no material da Strategyzer, a empresa de Alex Osterwalder, cocriador do Business Model Canvas.

Você pode assistir o vídeo abaixo (clique na imagem para ver o vídeo):

Ou pode continuar lendo este artigo para saber como criar Modelos Canvas fáceis e simples de entender e usar, seguindo estas 11 dicas e boas práticas:

  1. Não escreva diretamente sobre o Modelo Canvas
  2. Apenas um item por post-it
  3. Comece pelos segmentos de clientes e proposta de valor
  4. Foque nos elementos relevantes
  5. Cuidado com post-its órfãos (perdidos) no seu Canvas de Modelo de Negócios
  6. Conte a história do seu Business Model Canvas
  7. Use post-its de cores de diferentes
  8. Combine imagens e palavras
  9. Cuidado com o nível de detalhamento
  10. Evite misturar presente e futuro no mesmo Business Model Canvas
  11. Atenção com muitas ideias no mesmo Canvas de Modelo de Negócios

Gostou do que vem por aí? Então compartilhe com seus amigos:

Premissas

1) Não escreva diretamente sobre o Modelo Canvas.

Escreva em post-its, para ter total flexibilidade para mover, incluir e remover itens. Use uma caneta hidrocor grossa para facilitar a leitura dos elementos.

2) Apenas um item por post-it

Evite usar listas nos post-its e certifique-se de que cada post-it representa apenas um item. Por exemplo, não coloque no mesmo post-it do bloco Canais o site da da sua empresa e o e-mail marketing. Use um post-it para cada Canal. Isto facilitará para você pensar e rearrumar os post-its durante a modelagem do seu negócio.

3) Comece pelos segmentos de clientes e proposta de valor

A rigor, não existe uma ordem “certa” de preenchimento no Método Canvas. Você pode preencher os blocos em qualquer ordem, pois o importante é você sair da folha em branco.

Mas a gente recomenda começar pelos blocos Segmentos de Clientes e Proposta de Valor para você se habituar ao paradigma de pensar em “criar algo que agregue valor para alguém”.

Acostume-se também a ir e voltar várias vezes nos blocos do Business Model Canvas. É natural e faz parte do seu processo de amadurecimento do modelo de negócios.

Mesmo depois que concluir seu Canvas de Modelo de Negócios, saiba que ele vai mudar com o tempo. Trate-o apenas como sendo a “primeira versão”.

4) Foque nos elementos relevantes

Evite cair na tentação de colocar no Business Model Canvas tudo o que você imaginar. Foque apenas nos itens relevantes e fundamentais para você fazer a sua proposta de valor chegar até seus segmentos de clientes.

5) Cuidado com post-its órfãos (perdidos) no seu Canvas de Modelo de Negócios

Todo elemento no seu Método Canvas deve, obrigatoriamente, estar associado a outros post-its. Se existir um post-it órfão, isto é, totalmente solto e independente, provavelmente, ele deverá ser removido do Modelo Canvas.

Por exemplo, todo Canal deve estar associado a, pelo menos, uma Proposta de Valor e um Segmento de Clientes. Da mesma forma, deve haver pelo menos um post-it em Recursos-Chave, Atividades-Chave, Parceiros-Chave ou Estruturas de custo para esse Canal.

6) Conte a história do seu Business Model Canvas

Depois que você terminar o seu Canvas de Modelo de Negócios, tire todos os post-its do quadro e recoloque-os, um por um, à medida que você vai contando a história do seu modelo de negócios. Você deve ser capaz de contar uma narrativa coerente e de fácil entendimento para qualquer pessoa.

Boas práticas para o Business Model Canvas

7) Use post-its de cores de diferentes

Identifique com cores diferentes aspectos variados do seu modelo de negócios. Por exemplo, se você tiver mais de um segmento de cliente no seu Business Model Canvas, use um post-it amarelo para o segmento A e um post-it azul para o segmento B. Siga esta convenção de cores nos demais blocos do Canvas de Modelo de Negócios.

Assim, provavelmente, você teria um post-it amarelo representando a proposta de valor para o segmento de clientes A e uma proposta de valor com um post-it azul para ser entregue ao segmento de clientes B.

8) Combine imagens e palavras

Nosso cérebro processa mais rapidamente imagens do que palavras. Por isso, tente combinar figuras com palavras nos post-its, para agilizar a compreensão das pessoas sobre o modelo de negócios.

9) Cuidado com o nível de detalhamento

Nas etapas iniciais da construção do seu modelo de negócios, ter um nível muito aprofundado de detalhes pode atrapalhar a visão geral e prejudicar o raciocínio estratégico.

Deixe para investir no detalhamento em etapas posteriores de refinamento e testes das hipóteses do seu Modelo Canvas.

Erros que devem ser evitados no Método Canvas

10) Misturar presente e futuro no mesmo Business Model Canvas

Tente não colocar no mesmo quadro elementos que existem hoje (ou que existirão na primeira implementação do seu Método Canvas), com itens que só existirão no futuro.

Se for indispensável colocá-los no mesmo diagrama, então use post-its de cores diferentes, para que você possa focar com facilidade naquilo que importa agora.

11) Muitas ideias no mesmo Canvas de Modelo de Negócios

Isto pode acontecer, por exemplo, quando você representa várias propostas de valor diferentes para um ou mais segmentos de clientes. Se o Canvas se tornar confuso, de difícil leitura e compreensão, é melhor separar em mais de um Business Model Canvas, cada um com uma finalidade específica.

Lembre-se de que você sempre vai poder juntá-los quando achar necessário.

O que você achou destas 11 dicas e boas práticas para o Business Model Canvas? Por favor, deixe seus comentários mais abaixo.

Um abraço,

Alexandre Rocha Martins
Fabrício Yutaka Fujikawa
Curso PratiCanvas: da Ideia de Negócio à Prática

Fontes de referência: